segunda-feira, 7 de maio de 2012

Estudantes ficam mais um dia sem ir as aulas



Estar engano quem acha que nesta postagem vamos tratar do justo movimento de greve dos professores do estado da Bahia. O destaque desta postagem é sobre a violência nas escolas.
As mães da maior parte dos estudantes da Enseada do Paraguaçu que estudam no Colégio Kleber Pacheco, na localidade de São Roque do Paraguaçu, não deixaram nesta Segunda Feira seus filhos irem a escola, por conta da violência originada de uma antiga rixa entre os alunos da comunidade da Enseada e de São Roque. Como não bastasse a rivalidade entre os dois grupos de estudantes das localidades, alguns estudantes relatam também que existe o conflito com outro grupo de estudantes da localidade do Guaí. 
Uma das mães nos relatou que por conta da rivalidade e das inúmeras trocas de ameaças entre os grupos de estudantes, teme muito que seu filho saia pela manhã vestido com a farda da escola e a tarde retorne vestido por um caixão.
Quinta Feira passada, 03 de maio de 2012, um grupo de pais e mães extremamente preocupados com esta situação tiveram uma audiência com membros da prefeitura com a finalidade de solucionar o problema, momento que ficou ajustado uma nova reunião com autoridades policiais para tentar dirimir o problema        

Nenhum comentário:

Postar um comentário